DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
13 de junho de 2024
Search
Close this search box.

Hortênsias News

Sindicato dos Trabalhadores em Hotelaria e Gastronomia de Gramado faz sugestões ao Plano Diretor

Compartilhe este artigo

imagem galeria

O Sindicato dos Trabalhadores em Hotelaria e Gastronomia de Gramado (Sinditrahg) entregou na manhã desta segunda-feira, dia 6, na Câmara de Vereadores, sugestões de alterações no Projeto de Lei Complementar 003/2021, que institui o novo Plano Diretor.

Entre as principais reivindicações da classe estão pedidos de dados e projeções em relação à oferta de moradia para a população de baixa renda.

No documento protocolado pela entidade, o presidente Rodrigo de Oliveira Callais expõe a preocupação com os impactos que nascem junto ao crescimento do turismo. Até 2027, estão estimados, segundo descrito pelo sindicato, a geração de mais de 5 mil empregos, ou seja, um aumento considerável na demanda por mão de obra.

“Vai acarretar num crescimento populacional e que, como consequência, será necessário um planejamento no sentido de oferecer a estas pessoas o mínimo necessário de serviços para que tenham qualidade de vida e possam exercer suas funções”, diz Callais.

Para o presidente, as soluções de moradia popular apresentadas no PLC 003/21 são insuficientes. “Apesar de contemplar a ‘pulverização’ de novas áreas de destinação para Habitação de Interesse Social em regiões com urbanização consolidada, não oferece mecanismos efetivos que garantam que isto vai resolver o problema. A terra urbanizada em Gramado custa muito caro, é para poucos”, complementa.

O documento foi anexado ao projeto de lei e, assim como as demais demandas e contribuições da comunidade, pode ser lido no Sistema Legislativo no site da Câmara de Vereadores: gramado.rs.leg.br. As sugestões foram entregues ao presidente da Casa, Renan Sartori (MDB), e ao vereador Rodrigo Paim (MDB).

Fonte: Ascom CMG
Foto: Letícia de Lima

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.