DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
1 de março de 2024
Search
Close this search box.

Hortênsias News

Justiça determina prazo de 48 horas para Eduardo Leite explicar recebimento de pensão

Compartilhe este artigo

O Partido Novo ingressou com uma ação contra o pagamento da pensão para o ex-governador Eduardo Leite. A Justiça determinou o prazo de 48 horas para que seja prestado explicações sobre os pagamentos que chegam a quase R$ 40 mil.

Na decisão, o juiz Fernando Carlos Tomasi Diniz aponta que as argumentações do NOVO são ponderáveis e faz menção a uma possível “interpretação um tanto forçada” feita pela PGE sobre o caso.

Os deputados que estão liderando o movimento, sustentam que Eduardo Leite não poderia receber o benefício, pois a lei que o previa foi revogada antes de sua renúncia.

A Assembleia Legislativa aprovou a revogação da Lei 7.285 de 1979, que havia instituído a pensão. Conforme dados do Portal da Transparência, Eduardo Leite recebeu R$ 19,6 mil, que acrescido de parcela retroativa, totalizou no mês de maio um rendimento bruto de R$ 39,9 mil.

O magistrado antecipa que, se for reconhecida a ilegalidade, Eduardo Leite terá recebido o valor de má-fé. “Já antecipo, acaso reconhecida a ilegalidade do pagamento, os valores recebidos deverão ser repetidos a partir desta data. Ou seja, não será aceita a alegação de boa-fé”, aponta o magistrado.

Foto: Felipe Dalla Valle
Palácio Piratini

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com