DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
19 de junho de 2024
Search
Close this search box.

Hortênsias News

Junho Violeta: Nova Petrópolis realiza palestras sobre a terceira idade

Compartilhe este artigo

Foto de capa da notícia: Junho Violeta: Nova Petrópolis realiza palestras sobre a terceira idade

Aconteceu na quarta-feira, dia 15 de junho, o evento organizado pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e Conselho Municipal do Idoso (CMI) sobre combate à violência na terceira idade.

A atividade integrou a programação do Junho Violeta, que neste ano, em Nova Petrópolis, aborda a prevenção aos golpes. O dia 15 de junho é considerado o Dia mundial de conscientização da violência contra a pessoa idosa.

O evento contou com a presença do prefeito Jorge Darlei Wolf, que destacou a importância de zelar pelo bem estar dos idosos e ressaltou a necessidade de a sociedade como um todo estar informada e atenta para se proteger de intentos criminosos.

Estiveram presentes também a coordenadora de Políticas para Mulheres e Idosos, Liriane Kintschner, e o presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre da Silva.

A primeira palestra do evento foi intitulada “Golpes contra pessoa idosa, como se prevenir?”, ministrada por Tanise Thiele e Michele Finger Braun, integrantes da Sicredi Pioneira. As profissionais apresentaram os golpes mais comuns aplicados contra idosos, ressaltando a importância de buscar instituições confiáveis como fonte de informação. As palestrantes destacaram a importância de sempre questionar situações que envolvem fluxo de dinheiro e de informações pessoais.

A segunda palestra foi ministrada pelo psicólogo Bruno Cadigune, com a temática “Os impactos psicológicos da violência contra o idoso”. Durante a apresentação, o profissional destacou o quanto o sofrimento psíquico é, em muitos casos, ignorado, o que gera ainda mais sentimentos de angústia.

O psicólogo ressaltou que a violência psicológica contra a pessoa idosa envolve comportamentos que prejudicam a autoestima ou o bem-estar da vítima.

Entre as formas de violência psicológica contra o idoso, o psicólogo destacou agressão verbal, constrangimento, uso de palavras depreciativas e falta de respeito à intimidade da vítima. O palestrante ainda destacou que a violência psicológica pode ser sutil, sendo uma das mais associadas ao silêncio.

O profissional ressaltou a importância de acolher e considerar as particularidades e sentimentos dos idosos. “Devemos olhar para o sentimento de cada um, pois nunca desaprendemos a sentir” afirmou.

As palestras contaram também com momentos em que o público pôde compartilhar experiências pessoais e esclarecer dúvidas. Materiais informativos a respeito da prevenção de golpes e combate à violência psicológica contra o idoso foram distribuídos no evento.

Fonte: Ascom PMNP
Fotos: Flavia Azolin

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.