DÓLAR HOJE:
Euro Hoje
23 de maio de 2024
Search
Close this search box.

Hortênsias News

Aprovado PL que proíbe contratação de condenados pela Lei Maria da Penha, Lei do Feminicídio, Lei da Pedofilia e por Improbidade

Compartilhe este artigo

O Projeto de Lei do legislativo nº 007/2022, encaminhado pelo vereador Alexandre da Silva (PSB), foi aprovado na sessão ordinária do dia 26 de abril de 2022.

A proposição veda a nomeação para provimento de cargo efetivo, em comissão ou com gratificação de função, tanto na administração direta ou indireta, dos Poderes Executivo e Legislativo, de pessoas que tiverem sido condenadas nas situações previstas na Lei Federal nº 11.340, de 7 de agosto de 2006; na Lei Federal nº 13.104, de 9 de março de 2015; na Lei Federal nº 12.015, de 7 de agosto de 2009; e de pessoas inelegíveis nos termos da Lei Federal nº 135, de 4 de junho de 2010.

De acordo com Silva, o projeto de lei, que aborda um tema de interesse público, atende o Princípio da Moralidade Administrativa do art. 37, da Constituição Federal.

“A proposição veda a contratação em cargos efetivos, comissionados e função gratificada, dos Poderes Executivo e Legislativo Municipais, de condenados pela Lei Maria da Penha, Lei do Feminicídio, Lei da Pedofilia e de pessoas inelegíveis por estarem com os direitos políticos cassados em face da Lei Federal nº 135/2010”, afirma Alexandre.

O vereador afirma ainda que de janeiro a março deste ano foram contabilizados 16.705 casos de violência contra a mulher no Rio Grande do Sul. “Ainda, segundo a pesquisa Datafolha, a cada minuto 8 mulheres são agredidas no Brasil”, destaca.

De acordo com o edil, matéria semelhante já foi recentemente aprovada pela Lei 8.301/2019, no Estado do Rio de Janeiro.

“Trata-se de um Projeto cujo mérito oferece uma forma a mais de proteger as mulheres vítimas de violência doméstica, combatendo o feminicídio. Inclusive, o Supremo Tribunal Federal julgou constitucional projeto idêntico, da Câmara Municipal de Valinhos, no Estado de São Paulo”, ressalta Silva.

Fonte: Ascom CVNP
Foto: Jordana Kiekow

Compartilhe este artigo

Deixe seu comentário

Para comentar na página você deve estar logado em seu perfil do Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral poderão ser denunciados, acarretando até mesmo na perda da conta. Leia os termos de uso e participe com responsabilidade.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com